Cleber Eldridge

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Take Look Around

agosto 16, 2018 1
Take Look Around
O desafio que me propuseram essa semana, foi postar as minhas séries favoritas, uma por dia, sem falar nada - terminei o desafio no Facebook agora pouco - o primeiro lugar, pertence a série Looking (2014 - 2015) é a minha série favorita por série de motivos, cá estou eu pra falar exclusivamente das músicas que tocam nos episódios, que é uma melhor que a outra, não vou descrever as músicas nem nada, só deixar que ouçam e que me digam, se é ou não uma maravilha, e claro, se vocês não assistiram a série, estão esperando o que, façam agora!

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

We Need Some Time

agosto 08, 2018 7
We Need Some Time
O que faz um relacionamento acabar - a falta de amor, a falta de carinho, falta de muita coisa, alias a palavra falta é o que faz um relacionamento acabar, se está faltando alguma coisa é porque as coisas não não estão indo muito bem, o meu relacionamento chegou com tudo na falta ... quando não existe dialogo em um relacionamento, não adianta, as coisas simplesmente não funcionam, no meu por exemplo, ainda existe amor e amizade - o que para a grande maioria, basta - mas, o nosso diálogo está escasso, então eu simplesmente não consigo conduzir as coisas, sinceramente está difícil - até porque eu não sou uma pessoa fácil, não gosto de dividir pessoas - por tanto, não consigo por fim no meu relacionamento e ainda assim continuar a amizade, eu preciso de tempo e espaço, pra raciocinar as coisas, preciso esquecer ele de uma vez por todas, me afastar, sei lá ...

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Mario

agosto 02, 2018 9
Mario
O assunto que a grande maioria das pessoas gosta de assistir, é relacionamento - seja ele hétero ou homossexual - o aproximar de duas pessoas sempre rende histórias maravilhosas, ou não. O filme Mario, de Marcel Gisler é um desses filmes que contam uma história de relacionamento e sonhos, ficar com a pessoa que ama ou seguir o sonho de uma carreira, porque como sabemos, em filme ou é um ou é outro, nunca podemos ter as duas coisas, só que em algumas industrias sabemos que isso é muito verdadeiro e o filme de Gisler retrata uma dessas industrias que não perdoam a opção de sexualidade, que é: a industria do futebol. Já se perguntaram porque não existe nenhum jogador de futebol que seja realmente, assumidamente, homossexual. Pois é!

O enrendo do filme é um tanto clichê, temos Mario um jogador com um futuro muito promissor, até que um novato entra na mesma equipe e o que acontece, uma desejo sexual surge entre eles e logo se torna paixão ou amor - como preferirem chamar - os problemas de sempre começam a surgir, os preconceitos e a industria não perdoam.

Os atores talentosos até aguentam o filme o quanto podem, só que é aquele coisa, já vimos essa história tantas outras vezes, que sabemos de cor e salteado tudo o que vai acontecer, os jogadores homofóbicos, o pai que não aceita seu filho, a mãe que aceita o filho do jeito que ele é, o amor que só pode fluorescer se for escondido e a divisão da mente de uma pessoa, seguir o sonho ou ficar com o homem que ama. O filme não me agradou muito, justamente porque é um filme repetido, já sabia tudo o que iria acontecer, o desenvolvimento é bacana, só que a falta de um elemento surpresa faz o que o filme seja esquecível, vale pra quem ainda não está saturado da mesma historinha de sempre, ou pra quem adora a sensualidade e sexualidade que um casal masculino exala.

domingo, 29 de julho de 2018

The Leon

julho 29, 2018 6
The Leon
Os signos astrológicos, sou uma dessas pessoas que sempre acreditaram muito nos signos, nas características e principalmente nas previsões. Sou um leonino clássico, com quase todos os defeitos e qualidades, não sou um cara que fica deprimido por tempo, costumo superar as coisas com muita facilidade, as vezes, fico surpreso comigo mesmo, sempre junto com meus amigos, apesar de me apaixonar com muita facilidade – o que pode me tornar um pouco galinha – dou a vida e o coração quando sou cativados por alguém.

O meu maior forte, talvez seja minha independência, gosto de depender apenas de mim mesmo, sou extremamente auto-suficiente e gostam da minha liberdade, também sou dotados de energia e sinceridade, até demais, algumas vezes, por tanto, normalmente as pessoas me amam ou me odeiam, muito, muito mesmo por causa da minha personalidade. Sou determinado, sei exatamente o que quero e faço quase tudo para alcançar meus objetivos, acredite, você não vai querer ser pessoa a puxar o meu tapete. posso ser extremamente impositivos e te tratar com bastante mesquinhez, se você mostrar a ela que merece.

O amor, é complicado pra mim, mas não o sexo, como tenho bastante ligação com a vida material gosto de ter os sentidos estimulados, principalmente a questão visual, a lealdade de quem é de leão também é um ponto forte, é essa qualidade que me faz ser um amigo sempre desejado  e lembrado por todos, sem querer me gabar de nada, no relacionamento – quando ama de verdade – costumo tomar a liderança e ser o ponto forte da paixão e não deixar dúvidas disso.

O que me estraga são também muitas carateristas de um leonino, posso ser muito arrogante com quem eu não conheço, bastante inflexível e autoritário, orgulhosos até demais, adoram ser o centro das atenções, não vejo problema nisso, chegam a ser convencidos e até mesmo intolerante com opiniões contrárias. Só que isso não é sempre, pra deixar claro. 

O que acham, as caracteristas do signo de vocês, remetem diretamente a quem você é, ou não!

sexta-feira, 27 de julho de 2018

segunda-feira, 23 de julho de 2018

The New Beggining for a Drunk Little Lion Men

julho 23, 2018 4
The New Beggining for a Drunk Little Lion Men
O meu aniversário foi ontem - dia 22, de julho - completei vinte e sete anos de idade, foi também o inicio da era leonina no calendário astrológico, minha família e alguns amigos se reuniram e fizemos uma pequena comemoração, em uma pequena chácara da família, lá no meio do mato, foi bacana, tinha muita cerveja, música e churrasco, o pessoal até estava animado, só que eu sou problema, quase nunca estou satisfeito com as coisas, principalmente quando o assunto nas rodinhas são os mais bestas possíveis, de uma infantilidade absurda, não aguento, na verdade não eram os meus amigos que estavam lá - infelizmente, ou felizmente meus amigos já formaram família, são pessoas ocupadas e não conseguiriam se deslocar até o meio do mato para a minha "festa" nenhum problema quanto a isso - os amigos que estavam lá, eram amigos de amigos, pessoas próximas, só que não diretamente a mim, sei lá - meu namorado e meu melhor amigo - esse sim, nunca me abandona, não importa a distância ele sempre dará um jeito de passar a data junto de mim - salvaram a festa - agora, eu só quero aproveitar e curtir muito, trabalhar e estudar, viajar e fazer tudo o que eu tenho direito, porque a casa dos trinta, já está batendo na minha porta. O novo começo de um pequeno homem leão é aqui e agora.